Coqueiros, Ceará-Mirim/RN: História, Cultura, Festas e Curiosidades!

0 17.557

Coqueiros, Ceará-Mirim/RN: História, Cultura, Festas e Curiosidades!

Apesar de pequeno no mapa do Brasil, o Rio Grande do Norte possui muitos locais incríveis, cidades para explorar, histórias para conhecer  e uma rica cultura. Quem já passeou, ou é ou foi morador do interior do estado sabe, há muito mais além do litoral, belezas em lugares espetaculares e festas que poucos conhecem.

Fim de tarde no distrito de Coqueiros, Ceará-Mirim.

Conheça um evento mágico realizado todo mês de Outubro na cidade de Ceará Mirim/RN, com atrativos de comidas típicas, festejos musicais, cavalgada e demais divertimentos para os apaixonados por cavalos, vaquejadas e vida de vaqueiro.

Confira na matéria um paraíso verdejante conhecido como o Baixo e Alto Vale, formado por conjunto de distritos (bairros rurais) do município de Ceará-Mirim/RN. Só que para falar deste lugar, primeiro é preciso conhecer a sua história, a origem e a importância que têm Coqueiros, um dos distritos da localidade.

Coqueiros, Ceará-Mirim/RN

Localizado a 32 km de Natal (menos de 40 minutos de carro), Coqueiros é um bairro distrital da cidade de Ceará Mirim. Sua história é ligada diretamente aos movimentos de luta contra a escravidão, sendo reconhecido nacionalmente em 2020 como Comunidade Quilombola, o Quilombo Coqueiros.

Posts Relacionados
1 De 166

Para chegar a Coqueiros vindo de Natal, a rota é pela BR 101 sentido litoral norte, como quem vai para praias como Pitangui, Jacumã e Muriú, mas pegando a RN 305 do lado esquerdo da pista.O passeio é de cenário muito agradável, com aqueles lugares que dão vontade de parar e fazer uma selfie.

Antes de Coqueiros, o visitante passará por outros distritos, como Capim, na entrada da RN 305, que ainda é distrito do município de Extremoz. Depois vêm Sítio e Alto do Sítio (o Alto Vale), descendo a ladeira para direita é o distrito de Serrinha e para a esquerda Coqueiros, que fazem parte da região conhecida como o Baixo Vale. 

A agricultura é uma marca presente na visão de quem pega a RN-305 em direção ao local, plantações como macaxeira e capim, e as fazendas de criação de cavalos, ou haras. 

Quilombo Coqueiros 

A comunidade de Coqueiros tem importante papel na luta dos povos negros e indigenas contra a escravidão no Rio Grande do Norte, é onde nasceu o quilombo de mesmo nome, um refugio para muitas pessoas contra as perseguições de época tão trágica, contra a discriminação.

O Quilombo Coqueiros em Ceará-Mirim/RN é um dos símbolos de lutas históricas pela dignidade, pela liberdade e pelo respeito merecido por todos os povos. 

Placa na entrada da comunidade Coqueiros, em Ceará-Mirim/RN.

A comunidade formada ao redor do Quilombo Coqueiros e da Comunidade Indigena de Rios dos Índios, possuem histórias culturalmente ricas, com eventos escolares de datas comemorativas tradicionais muito envolventes. E seus moradores são super acolhedores.

Dessas árvores brotam as sementes de um importante evento cultural realizado todo mês de Outubro no município de Ceará-Mirim, conhecido como A Cavalgada do Alto Vale.

A Cavalgada do Alto Vale, Ceará-Mirim/RN

Podemos definir que o evento representa a história de união da Comunidade do Baixo Vale, que é composta pelo Quilombo Coqueiros, os distritos de Capoeira Grande, Boa Vista, Serrinha e Rio dos Índios (comunidade indigena). É uma festa criada originalmente para os pais e mães, filhos e irmãos da comunidade, para lembrar de suas lutas e festejar cada um de suas vitórias.

O nome do evento foi em homenagem aos organizadores que moram em Alto do Sítio, parte da região que é mais alta e com terreno plano, junto ao outro distrito chamado Sítio, que define a entrada do município de Ceará Mirim pela rodovia RN 305, o Alto Vale.

Iniciada em 2007 e na sua 13°edição, a Cavalgada do Alto Vale todo ano se renova, e cresce. Mas segue sempre um roteiro culinário especial para seus participantes. Tudo começa com o café da manhã, com delícias da cozinha nordestina e pitadas do gostinho de Rio Grande do Norte. Aquela comidinha saudável, natural e com tempero de amor no preparo.

Preparativos do café da manhã da Cavalgada do Alto Vale.

Depois há a cavalgada, uma procissão em homenagem a profissão do vaqueiro, um desfile de belos cavalos e muita diversão ao som do trio elétrico. Ao final da cavalgada, com suas pausas, a festa começa nos locais especiais para juntar centenas dos participantes.

Na festa é servido o almoço, aquela panelada especial, como uma buchada, carneiro ou feijoada, com arroz, vinagrete, farofa e outros pratos de acompanhamento, todo ano o cardápio muda. E como não pode faltar tradição no evento, acontece durante o festejo o bolão de vaquejada. É diversão do início ao fim!

Assim como as datas, os pratos, as camisetas, premiação do bolão e temáticas do evento se modificam ano a ano, e é o que também acontece com o percurso. Em edição anterior a cavalgada começou em Estivas, região onde o Rio Ceará-Mirim passa em larga escala, área do município de Extremoz/RN. Rio dos Índios também já foi o local da concentração com o café da manhã. Em ambos os eventos a festa, almoço e bolão foram em Alto do Sítio.

Selfie tirada do trio elétrico na 12° Cavalgada do Alto Vale.

A Cavalgada do Alto Vale, Ceará Mirim/RN, é sempre realizada no mês de Outubro, mas não com dia definido. Em 2022 a 12° Cavalgada do Alto Vale foi realizada no dia 13, com uma temática extra bem especial!

12° Cavalgada do Alto Vale

A 12° Cavalgada do Alto Vale foi realizada no dia 13 de Outubro de 2022, devido sua proximidade com o Dia das Crianças a organização do evento adaptou as duas comemorações em uma só, e teve o apoio da comunidade. 

Nesse ano o evento adentrou as ruas laterais do percurso, entregando lancheiras para a criançada, enquanto o trio elétrico animava a vaqueirama.  

Distribuição de lancheiras em Coqueiros durante 12° Cavalgada do Alto Vale.

Em 2022 a atração durante o percurso do trio elétrico ficou por conta do Ivonaldo Show, finalizando a festa no Parque de Vaquejada Rio dos Índios, em Coqueiros, com a cantora Rosy Show. 

Novamente todos os envolvidos ficaram de parabéns, sendo um sucesso a 12° Cavalgada do Alto Vale. Sobrou lancheira. 

13° Cavalgada do Alto Vale

Neste ano de 2023 a Cavalgada do Alto Vale foi realizada com Alto do Sítio como local de partida, distrito de Ceará Mirim que possui área de lazer comunitária ideal para o evento. Além de amplo estacionamento, tem campo de futebol, igreja, praça com academia comunitária, bares e outros atrativos para visitantes. A dica para conhecer o lugar é perguntar onde ficam os restaurantes com piscina, para um dia de passeio e lazer perfeitos!

Cuidados e Segurança

Para garantir a segurança do percurso e dos participantes a Prefeitura de Ceará Mirim disponibilizou fiscais de trânsitos e a guarda municipal na escolta do evento, inclusive com a cavalaria de apoio.

Faixas na entrada da concentração do evento, onde é o café da manhã.

Os cuidados necessários para a cavalgada referente ao trânsito na RN 305 ficou por conta da turma de moto, na frente e laterais do trio elétrico e dos cavaleiros, dando apoio e alertando os carros que seguem normalmente pela rodovia do percurso. Tudo muito tranquilo!

A dica é se preparar para o sol quente, não esquecer do chapéu ou boné e levar a garrafa d’água, vida de vaqueiro não é na sombra.    

Como participar da Cavalgada do Alto do Vale?

O Kit para participação da 13° Cavalgada do Alto do Vale incluiu camiseta, com opção de manga comprida, copo plástico com logo do evento e as senhas para o café da manhã e o almoço. 

Glória Lino convocando a vaqueirama para oficialização da 13°CAvalgada do Alto Vale, Alto do Sítio.

O preço variou se infantil ou adulto, de R$30,00 a R$60,00. As compras antecipadas foram realizadas pelo Instagram do evento (link no fim da matéria). 

A torcida é que hajam edições onde quem não sabe andar de cavalo possa aprender e até participar, alugar o passeio, ser vaqueiro por um dia. 

O café da manhã 

O café da manhã é onde ocorre a concentração do evento, e confirmou a propaganda que haviam feito dele. Foram diversas opções de pratos com sabor de Nordeste, comes e bebes, frutas, bolos… do tipo que fica difícil até saber por onde começar. 

Sem contar que esse ano a cavalgada contou com apoio da 51, que forneceu stand para degustação de diversos tipos de bebidas. Além de forrar o bucho, dava para esquentar o juízo! 

Glória Lino e o evento

Não há como ir a Cavalgada do Alto Vale e deixar de conhecer Glória Lino. Você vai vê-la para lá e pra cá durante todo o evento. Professora do município de Ceará-Mirim e moradora de Alto do Sítio, ela é a idealizadora da cavalgada, diria até que é a principal colaboradora, pois se entrega de corpo e alma à sua realização.

Glória Lino ao microfone acompanhada de Ednalva Oliveira na concentração do evento.

É também quem que com o microfone em mãos instruiu os vaqueiros que começaram a chegar aos poucos na concentração. Destaque também para Ednalva Oliveira, conhecida como Totinha do Baixo, que dividiu o microfone na apresentação e durante o percurso. – Chama…    

Mas a 13° Cavalgada do Alto Vale oficialmente só teve início quando fizeram a chamada para que os cavaleiros se aproximassem do trio elétrico e orassem o Pai Nosso em agradecimento e benção para todos, para o evento e o percurso. 

O Percurso 2023

A 13° Cavalgada do Alto Vale em 2023 teve o percurso pelos distritos de Sítio, Alto do Sítio, Coqueiros, Capoeira Grande e finalizou em Rio dos Índios. A música que agitou o percurso ficou por conta de Júnior Potiguar no trio elétrico. O percurso teve duas paradas de aproximadamente 20 minutos, tempo para abastecer os copos, tirar fotos, conversar e comprar o que precisar em mercados locais e conveniências. 

E quem não vem de cavalo acompanha de carro ou moto o percurso da cavalgada.

A festa de finalização foi no Parque Três Irmãos, em Rio dos Índios, onde rolou muito forró com Rosy Show, Lá foi servido o almoço, uma deliciosa feijoada e seus acompanhamentos.  

Teve até derrubada de boi, pois o pátio estava à disposição e as duplas de vaqueiros e vaqueiras mais jovens aproveitaram. – Valeu, boi. Aqui é Nordeste, Ceará-Mirim, é Rio Grande do Norte!  

– Parabéns a organização do evento, colaboradores e todos da Comunidade Alto Vale e Baixo Vale, pois por onde a cavalaria passa o povo sai de casa e tá na calçada aplaudindo.

Confira mais videos e fotos dos bastidores e evento da Cavalgada do Alto Vale!  

Foi mais um ano de sucesso a cavalgada em 2023, e ficaremos atentos para que saia logo a data de Outubro do próximo ano. Continuem acompanhando nossas matérias, em breve vamos mergulhar na história do Quilombo Coqueiros.

Deixe um comentário