Rio Grande do Norte lidera crescimento na produção de energia eólica!

2 254

O Rio Grande do Norte é um dos estados mais destacados do Brasil quando se trata de produção de energia eólica. Esta ação se traduz em vários benefícios para o estado, incluindo o aumento da economia e o desenvolvimento de novas fontes de emprego.

Neste artigo, descubra como o Rio Grande do Norte se destaca na produção de energia eólica e veja o que isso significa para o estado!

Rio Grande do Norte é líder em energia eólica

O Rio Grande do Norte, no Nordeste brasileiro, é o estado líder em produção de energia eólica no país. Conforme a Secretaria de Desenvolvimento Econômico estadual, há 224 empreendimentos em operação na região, que podem gerar até 6,8 GW de energia. Além disso, 63 parques eólicos estão em construção e 85 já foram contratados.

Rio Grande do Norte é líder em energia eólica
Energia eólica. Fonte/Reprodução: original.

A previsão é que esses parques produzam 12,2 GW para abastecer 500 mil residências em 2023.

Por que o Rio Grande do Norte tem destaque na produção de energia eólica?

Posts Relacionados
1 De 21

O Rio Grande do Norte tem condições geográficas favoráveis para aproveitar a energia eólica. Além disso, o estado tem investido pesado na infraestrutura necessária para que essa fonte seja aproveitada da melhor maneira possível. Com isso, as 10 cidades que concentram 76% da geração eólica no RN tiveram um crescimento de 70% no Produto Interno Bruto (PIB) entre 2005 e 2020.

Quanto será o acréscimo na matriz energética nacional para 2023?

Para 2023, é esperado o acréscimo de 2.900 MW de energia eólica na matriz energética nacional.

O Conjunto Eólico Santo Agostinho, nos municípios de Lajes e Pedro Avelino, 120 km de Natal, RN, é responsável por grande parte desse aumento com sua capacidade instalada de 400 MW e investimento previsto de R$2,2 bilhões. O conjunto entrará em operação comercial até março de 2023.

Mostrar comentários (2)